Uso da gamificação no Ensino de Química

Autores

  • Amanda Chelly da Rocha Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino do Amazonas
  • João dos Santos Cabral Neto Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas https://orcid.org/0000-0003-2430-233X

DOI:

https://doi.org/10.31417/educitec.v7.1513

Palavras-chave:

Jogos Pedagógicos, Química, Aprendizagem

Resumo

Neste trabalho, propõe-se o jogo intitulado Q_Quiz, desenvolvido por meio da ferramenta App Inventor para o ensino e aprendizagem dos números quânticos no ensino de Química de alunos do 1° ano do ensino médio, no qual se aborda o processo de evolução dos modelos atômicos. Como objetivo, buscou-se investigar o uso do aplicativo na aprendizagem de conceitos fundamentais no ensino de Química, tendo a gamificação como referência no uso de jogos no processo de aprendizagem. A partir da relação entre a construção dos modelos atômicos e o surgimento dos números quânticos – relação pouco usada nas aulas de Química do ensino médio – o Q_Quiz é um jogo de perguntas e respostas, desenvolvido para smartphones, composto por três fases: a evolução dos modelos atômicos, modelo de Bohr e números quânticos. A distribuição final de pontos obtidos pelos participantes mostra que o jogo é promissor, tanto para a legitimação dos conhecimentos já existentes quanto para a aprendizagem em si.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Amanda Chelly da Rocha, Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino do Amazonas

Professora de química da rede pública do Estado do Amazonas,  Licenciatura em Química e Mestranda do Curso de Mestrado Profissional em Ensino Tecnológico - IFAM.

João dos Santos Cabral Neto, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas

Professor de Física do Institudo Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas com mestrado e doutorado em Física.

Referências

ALVES, F. Gamification: como criar experiências de aprendizagem engajadoras: um guia completo: do conceito à prática. 2. ed. rev. e ampl. São Paulo: DVS Editora, 2015.

ALVES, L. M. Gamificação na Educação: aplicando metodologias de jogos no ambiente educacional. Joinville: Clube de Autores, 2018.

ALVES, L. R. G.; MINHO, M. R. da S.; Diniz, M. V. C. Gamificação: diálogos com a educação. In: Luciane Maria Fadel, Vania Ribas Ulbricht, Claudia Regina Batista e Tarcísio Vanzin (Org.). Gamificação na educação. 1. ed. São Paulo: Pimenta Cultural, 2014 [e-book].

COHEN, R. Gamification em Help e Service Desk: Promovendo Engajamento e Motivação no Século 21 em Centros de Suporte, Help Desk e Service Desk. 1. ed. v. 1. São Paulo: Novatec, 2017.

CUNHA, M. B. Jogos no ensino de química: Considerações teóricas para sua utilização em sala de aula. Química Nova na Escola, v. 34, n. 2, p. 92-98, 2012. Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc34_2/07-PE-53-11.pdf. Acesso em: 17 mai. 2021.

CRUZ JUNIOR, G. Vivendo o jogo ou jogando a vida? Notas sobre jogos (digitais) e educação em meio à cultura ludificada. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 39, n. 3, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbce/v39n3/0101-3289-rbce-39-03-0226.pdf. Acesso em: 17 mai. 2021.

DUTRA, F. O efeito melão: potencialize a flexibilidade cognitiva pela arte e gamificação. São Paulo: DVS Editora, 2018.

FARDO, M. L. A gamificação aplicada em ambientes de aprendizagem. RENOTE. Revista Novas Tecnologias na Educação, v. 11, 2013. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/renote/article/view/41629/26409. Acesso em: 01 mar. 2021.

FELTRE, R. Fundamentos da Química. Volume único. 4. ed. São Paulo: Moderna, 2005.

FERNANDES, A. M. R.; CASTRO, F. S. Ambiente de Ensino de Química Orgânica Baseado em Gamificação. In: Simpósio Brasileiro de Informática na Educação, XXIV, 2013. Porto Alegre. Anais..., Porto Alegre, 2013. p. 124-133.

GOMES, V. M. Evolução dos Modelos Atômicos. 2018a. (2m55s). Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=6U618XZxsgM&t=61s. Acesso em: 16 abr. 2021.

KAPP, K. The Gamification of Learning and Instruction: Game-based Methods and Strategies for Training and Education. Pfeiffer, 2012.

LIMA, K. de O.; SILVA, G. M.; MATOS, M. S. Análise das dificuldades encontradas por alunos de ensino médio na construção de relações entre modelos atômicos, distribuição eletrônica e propriedades periódicas. In: Encontro Nacional de Ensino de Química, XV, 2010. Brasília. Anais..., Brasília, 2010. p. 1-12. Disponível em: http://www.sbq.org.br/eneq/xv/resumos/R0924-1.pdf. Acesso em: 18 mai. 2021.

MELO, M. R.; LIMA NETO, E. G. Dificuldades de Ensino e Aprendizagem dos Modelos Atômicos em Química. Química Nova na Escola. v. 35, n. 2, p. 112-122, 2013. Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc35_2/08-PE-81-10.pdf. Acesso em: 16 abr. 2021.

MENDES, L. O. R.; BUENO, A. J. A.; DESSBESEL, R. S.; SILVA, S. C. R. Gamificação no Processo de Ensino e Aprendizagem de Estudantes Surdos: uma revisão sistemática. RENOTE. Revista Novas Tecnologias na Educação, v. 17, n. 3, p. 132-141, 2019. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/renote/article/view/99434/55617. Acesso em: 16 abr. 2021.

PRENSKY, M. Aprendizagem Baseada em Jogos Digitais. São Paulo: Editora Senac Paula, 2012.

ROCHA, A. C. Modelo de Bohr. 2018b. (2m38s). Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=zkmShhYddUE. Acesso em: 16 abr. 2021.

ROCHA, A. C. Número Quânticos. 2018c. (3m03s). Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=GmbQuoqNETw. Acesso em: 16 abr. 2021.

SIQUEIRA, R. M.; SILVA, N. S.; FELIZARDO JÚNIOR, L. C. A recursividade no Ensino de Química: Promoção de Aprendizagem e Desenvolvimento Cognitivo. Química Nova na Escola, v. 33, n. 4, 2011. Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc33_4/230-PE-8010.pdf. Acesso em: 16 abr. 2021.

TONÉIS, C. N. Os games na sala de aula: Games na educação ou a gamificação da educação. Bookess Editora LDTA-ME, 2017.

VIANNA, Y.; VIANNA, M.; MEDINA, B.; TAKANA, S. Gamification, Inc: como reinventar empresas a partir de jogos. 1. ed. Rio de Janeiro: MJV Press, 2013.

WERBACK, K.; HUNTER, D. For the win: how game thinking can revolutionize your business. Philadelphia: Wharton Digital Press, 2012.

ZICHERMANN, G.; CUNNINGHAM, C. Gamification by Design: Implementing Game Mechanics in Web and Mobile Apps. Sebastopol, CA: O’Reilly Media, Inc. 2011.

Downloads

Publicado

2021-05-31

Como Citar

ROCHA, A. C. da .; NETO, J. dos S. C. Uso da gamificação no Ensino de Química. Educitec - Revista de Estudos e Pesquisas sobre Ensino Tecnológico, Manaus, Brasil, v. 7, p. e151321, 2021. DOI: 10.31417/educitec.v7.1513. Disponível em: https://sistemascmc.ifam.edu.br/educitec/index.php/educitec/article/view/1513. Acesso em: 25 jan. 2022.