O desenvolvimento de competências empreendedoras em alunos do ensino médio a partir da utilização de metodologias diferenciadas e ferramentas tecnológicas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31417/educitec.v7.1552

Palavras-chave:

Empreendedorismo, Metodologias ativas

Resumo

Discutir sobre empreendedorismo é imprescindível e impacta diretamente na vida em sociedade. Assim, a realização deste trabalho tem por objetivo apresentar o desenvolvimento de um estudo que busca contribuir com a disseminação da cultura empreendedora no ambiente escolar. A metodologia empregada se caracteriza como aplicada de abordagem qualitativa, seu objetivo é exploratório apoiado nos procedimentos técnicos de pesquisa-ação e pesquisa participante. Após o levantamento bibliográfico, foram realizados encontros temáticos com base nos conceitos e características empreendedoras, auxiliados pela utilização de metodologias ativas e ferramentas tecnológicas. Os encontros contribuíram para o desenvolvimento de um jogo computacional denominado “Trilha Empreendedora”, o qual se apresenta como uma ferramenta auxiliar no ensino de empreendedorismo. É importante destacar que as características empreendedoras ultrapassam as barreiras organizacionais, possibilitando uma visão abrangente e diferenciada sobre o ambiente. Nesse sentido, o ensino de empreendedorismo também se estabelece como um potencial aliado na formação escolar e social dos alunos, pois permite a identificação e transformação de ideias em oportunidades, sonhos em realidade, metas e objetivos em resultados concretos, boas ideias em produtos e serviços inovadores. A partir da realização desse estudo, pôde-se observar o notável avanço na percepção dos alunos em relação ao tema proposto, contribuindo de maneira efetiva na disseminação da cultura empreendedora nos ambientes escolares com o auxílio de ferramentas tecnológicas.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ALVES, F. Gamification - como criar experiências de aprendizagem engajadoras. 2. ed. São Paulo: DVS Editora, 2015.

ANASTASIOU, L. G. C.; ALVES, L. P. Processos de ensinagem na universidade: pressupostos para as estratégias de trabalho em aula. Joinville, 2009. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4101112/mod_resource/content/1/Anastasiou_Alves_Processos%20de%20Ensinagem.pdf. Acesso em: 08 maio 2021.

AVENI, A.; MELLO, A. S. Empreendedorismo para Crianças e Adolescentes no Brasil: comparação de métodos. Cadernos de Prospecção, v. 12, n. 1, p. 2–14, 2019.

CAUTHIER, F. A. O; MACEDO, M; LABIAK, S. J. Empreendedorismo. Curitiba: Editora do Livro Técnico, 2010.

CHIAVENATO, I. Empreendedorismo: Dando asas ao espírito empreendedor. 4. ed. Barueri: Manole, 2012.

DOLABELA, F. O segredo de Luísa. 3. ed. São Paulo: Cultura, 2006.

DOLABELA, F. Oficina do empreendedor. Rio de Janeiro: Sextante, 2008.

DOLABELA, F. Por dentro do universo empreendedor: Lições essenciais para transformar sua ideia em negócio. São Paulo: Saraiva, 2015.

DORNELAS, J. C. A. Empreendedorismo: Transformando ideias em negócios. 6. ed. São Paulo: Empreende/Atlas, 2017.

FERNANDES, N. P. et al. Quem é o empreendedor? a busca por uma definição do conceito através da produção científica brasileira. Revista Brasileira de Gestão e Inovação (Brazilian Journal of Management & Innovation), v. 7, n. 3, p. 26-62, 2019.

FERRO, M. DA G. D.; PAIXÃO, M. S. S. L. Psicologia da aprendizagem: Fundamentos teórico-metodológicos dos processos de construção do conhecimento. Teresina: EDUFPI, 2017.

FARDO, M. L. A gamificação como estratégia pedagógica: estudo de elementos dos games aplicados em processos de ensino e aprendizagem. Caxias do Sul: Universidade de Caxias do Sul - UCS, 3 jul. 2013.

GABRIEL, M. Educar: A revolução digital na educação. São Paulo: Saraiva, 2013.

HASHIMOTO, M. Lições de Empreendedorismo. Barueri: Manole, 2009.

KAMPFF, A. J. C. Tecnologia da informação e comunicação na escola. 2. ed. Curitiba: IESDE Brasil, 2009.

LOPES, R. M. A.; LIMA, E. O.; NASSIF, V. M. J. Panorama sobre a Educação para o Empreendedorismo. In: LOPES, R. M. A. et. al. (Org.) Ensino de Empreendedorismo no Brasil: Panorama, Tendências e Melhores Práticas. Rio de Janeiro: Alta Books, 2017.

MOREIRA, J. C. G.; LUDOVICO, F. M.; KAROLESKY, M. L. E. As Metodologias Ativas e Seus Atores Aprendentes. Revista Pleiade, v. 12, n. 25, p. 18–28, dez 2018.

NICOLETTI, A. A. M.; GUERRA FILHO, R. R. FILHO, R. Aprender brincando: a utlização de jogos, brinquedos e brincadeiras como recursos pedagógicos. Revista de divulgação técnico-científica do ICPG, v. 2, n. 5, p. 91–94, abr/jun. 2004.

PELIZZARI, A. et al. Teoria da Aprendizagem Significativa Segundo Ausubel. Revista PEC, v. 2, n. 1, p. 37–42, jul/jun. 2002.

PEREIRA JUNIOR, Errol F. Z. Background do empreendedor: proposta e validação de um modelo. 2020. 132 f. Dissertação. Mestrado em Administração (Programa de Pós-graduação em Administração). Universidade Federal do Rio Grande, 2020.

PRINCE, J. D. Gamification. Journal of Electronic Resources in Medical Libraries, v. 10, n. 3, p. 162–169, jul. 2013.

ROJAS, R. S. B.; MONICH, A. E.; LEZANA, Á. G. Avaliação da efetividade de um programa de empreendedorismo no ensino fundamental. XXX Encontro Nacional de Engenharia de Produção - Maturidade e desafios da Engenharia de Produção: competitividade das empresas, condições de trabalho, meio ambiente, n. 30, p. 13, 2010. Disponível em: http://www.abepro.org.br/biblioteca/enegep2010_tn_stp_133_848_16667.pdf . Acesso em: 25 jun. 2021.

SANTOS, R. V. Abordagens do processo de ensino e aprendizagem. Integração, n. 40, p. 19–31, jan/mar. 2005.

SALIM, C. S; SILVA, N. C. Introdução ao empreendedorismo: Despertando a atitude empreendedora. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.?

SIGNORI, G.; GUIMARÃES, J. C. F. DE. Gamificação Como Método De Ensino Inovador. International Journal on Active Learning, v. 1, n. 1, 2016.

VIANNA, Y. et al. Gamification, Inc. 1. ed. Rio de Janeiro: MJV Press, 2013. v. 53.

Downloads

Publicado

2021-10-08

Como Citar

STOCHERO, A. D.; FRANZIN, R. de F. O desenvolvimento de competências empreendedoras em alunos do ensino médio a partir da utilização de metodologias diferenciadas e ferramentas tecnológicas. Educitec - Revista de Estudos e Pesquisas sobre Ensino Tecnológico, Manaus, Brasil, v. 7, p. e155221, 2021. DOI: 10.31417/educitec.v7.1552. Disponível em: https://sistemascmc.ifam.edu.br/educitec/index.php/educitec/article/view/1552. Acesso em: 25 jan. 2022.