Ensino híbrido nas aulas de línguas: utopia ou possibilidades?

Autores

  • Fiama Aparecida Vanz

DOI:

https://doi.org/10.31417/educitec.v4i09.379

Palavras-chave:

Ensino e aprendizagem, Tecnologia educacional, Ensino híbrido

Resumo

Este trabalho discute aspectos relacionados à teoria do ensino híbrido, tendo em vista o âmbito educacional. Tem como objetivo principal compreender como se dá a relação entre princípios advindos dos estudos de Horn e Staker (2015) e Bacich, Tanzi Neto e Trevisani (2015) que permeiam a discussão que está sendo realizada acerca do ensino híbrido, buscando aperfeiçoar as metodologias de ensino de segunda língua através de uma intervenção pedagógica que reforce a importância de um estudo de língua significativo e que leve em consideração os conhecimentos que os estudantes já possuem, salientando a relevância de um ensino personalizado, tendo como apoio as tecnologias. Trata-se de uma proposta estruturada a partir de um modelo de ensino híbrido, aplicada em um contexto específico, ou seja, uma escola de idiomas. No entanto, este planejamento pode ser facilmente adequado a outros contextos escolares, tendo em vista as necessidades particulares de cada cenário.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Fiama Aparecida Vanz

Possui graduação em Letras: Português, Inglês e Respectivas Literaturas pela Universidade de Passo Fundo (2016) e é especialista em Linguagens e Tecnologias na Educação, pelo Instituto Federal Sul-Rio-Grandense. Participou do Programa de Iniciação à Docência (PIBID) de 2012 à 2015 no subgrupo Interdisciplinar: Língua Inglesa, foi colaboradora na Universidade de Passo Fundo como monitora voluntária no Setor de Apoio ao Estudante. Participou do Programa de Voluntários de Iniciação Científica (PIVIC/UPF) no projeto Enunciação e gramática - a língua em funcionamento. Tem experiência na área de Letras, atuando principalmente nos seguintes temas: gêneros discursivos, multiletramentos, ensino de línguas, ensino híbrido e sociolinguística.

Referências

BACICH, Lilian; TANZI NETO, Adolfo; TREVISANI, Fernando de Mello. Ensino Híbrido: personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015.

HORN, Michael B.; STAKER, Heather. Blended: usando a inovação disruptiva para aprimorar a educação. Porto Alegre: Penso, 2015.

LOCKE, John. Ensaio acerca do Entendimento Humano (Série – Os Pensadores). Editora Nova Cultural, São Paulo, 1999.

Downloads

Publicado

26-12-2018

Como Citar

VANZ, F. A. Ensino híbrido nas aulas de línguas: utopia ou possibilidades?. Educitec - Revista de Estudos e Pesquisas sobre Ensino Tecnológico, Manaus, Brasil, v. 4, n. 09, 2018. DOI: 10.31417/educitec.v4i09.379. Disponível em: https://sistemascmc.ifam.edu.br/educitec/index.php/educitec/article/view/379. Acesso em: 26 set. 2023.