A formação de grupos operativos e sua influência no processo de aprendizagem no laboratório de eletricidade

Autores

  • Andréa Cantarelli Morales Universidade de Caxias do Sul
  • Francisco Catelli Universidade de Caxias do Sul

DOI:

https://doi.org/10.31417/educitec.v4i08.497

Palavras-chave:

Aprendizagem significativa, Trabalho em equipe, Laboratório

Resumo

Este trabalho tem como principal objetivo apresentar como a formação de grupos com relação ao conhecimento prévio contribuem, para o processo de aprendizagem, considerando atividades práticas em laboratório de eletricidade. Como base fundamental foram considerados alguns referencias teóricos específicos. A teoria da aprendizagem significativa de David Ausubel (1980) foi utilizada como principal fonte para identificar os conhecimentos prévios dos estudantes, chamadas por Ausubel de subsunçor, e como a identificação do conhecimento prévio do estudante por parte do professor pode auxiliar no processo de aprendizagem. Relacionando as questões de formação dos grupos, considerando também a afinidade e a colaboração entre os integrantes dos grupos, foi empregada a teoria de grupos operativos de Pichon-Rivière (2009). Esta pesquisa evidenciou que os grupos formados por homogeneidade em relação ao conhecimento prévio houve maior cooperação e colaboração no objetivo final na construção da tarefa. Dos grupos heterogêneos em relação ao conhecimento prévio, somente em dois grupos houve colaboração, os demais desenvolveram as atividades sem cooperação, buscando apenas a conclusão da atividade em si, sem observarem o processo de aprendizagem do grupo como um todo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Andréa Cantarelli Morales, Universidade de Caxias do Sul

Educação em Engenharia

Referências

AUSUBEL, David P., NOVAK, Joseph D., HANESIAN, Helen. Psicologia Educacional. 2. ed. Rio de Janeiro: Interamericana, 1980.

BARBOSA, Laura Monte Serrat. Psicopedagogia e o momento do aprender. São José dos Campos: Pulso, 2006.

BARROS, Marcelo Alves, VILLANI, Alberto. A dinâmica de grupos de aprendizagem de física no ensino médio: um enfoque psicanalítico. Revista Investigações em Ensino de Ciências, v. 9, n. 2, p. 115-136, 2004. Disponível em: <http://www.if.ufrgs.br/ienci/artigos/Artigo_ID112/v9_n2_a2004.pdf>. Acesso em: 20 ago. 2015.

BARROS, Marcelo Alves; LABURÚ, Carlos Eduardo. Análise do vínculo entre grupo e professora numa aula de ciências do ensino fundamental. Revista Ciência e Educação. v. 13, n. 2, p. 235-251, 2007. Disponível em:

<http://www.scielo.br/pdf/ciedu/v13n2/v13n2a07.pdf> Acesso em: 23 ago. 2015.

BONALS, Joan. O trabalho em pequenos grupos na sala de aula. Porto Alegre: Artmed, 2003.

CURY, H. N. Estilos de aprendizagem de alunos de engenharia. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO EM ENGENHARIA, 2000, Ouro Preto. Anais... Ouro Preto, ABENGE, 2000. Disponível em:

<http://www.abenge.org.br/CobengeAnteriores/2000/artigos/169.PDF>. Acesso em: 10 mar. 2016.

GARCIA, J. Avaliação e aprendizagem na educação superior. Revista Estudos em Avaliação Educacional. v. 20, n. 43, 2009. Disponível em: <http://publicacoes.fcc.org.br/ojs/index.php/eae/article/view/2045/2004>. Acesso em: 19 ago. 2016.

JULIO, Josimeire; VAZ, Arnaldo. O professor de física como “co-pensor” em grupos operativos de aluno do ensino médio. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 5, 2005, Bauru, SP. Atas.... Bauru, SP: ABRAPEC, 2006.

LABURÚ, Carlos Eduardo; BARROS, Marcelo Alves; KANBACH, Bruno Gusmão. A relação com o saber profissional do professor de física e o fracasso da implementação de atividades experimentais no ensino médio. Revista Investigações em Ensino de Ciências, v. 12, n. 3, p. 305-320, 2007. Disponível em: http://www.if.ufrgs.br/ienci/artigos/Artigo_ID172/v12_n3_a2007.pdf. Acesso em: 20 ago. 2015.

MORAES, Roque, GALIAZZI, Maria do Carmo. Análise textual discursiva. 2.ed. Ijuí: Editora Unijuí, 2011.

MORALES, Andréa Cantarelli; STEDILE, Nilva Lúcia Rech; CATELLI, Francisco. Dinâmica de grupo e a resolução de problemas em aula prática de laboratório de eletricidade. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO EM ENGENHARIA, 40, 2012, Belém. Anais... Belém, ABENGE, 2012. Disponível em:

<http://www.abenge.org.br/CobengeAnteriores/2012/artigos/103778.pdf>. Acesso em: 23 mar. 2015.

MOREIRA, Marco Antonio. Aprendizagem significativa: a teoria de David Ausubel. São Paulo: Centauro, 2001.

MORIN, Edgar. A cabeça bem feita: repensar a reforma e reformar o pensamento. 10.ed. Rio de Janeiro: Bertand Brasil, 2004.

OSÓRIO, Luiz Carlos. Psicologia grupal: uma nova disciplina para o advento de uma nova era. Porto Alegre: Artmed, 2003.

PICHON-RIVIÈRE, Enrique. O processo grupal. 8. ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2009.

POZO, Juan Ignácio. Aprendizes e Mestres: a nova cultura da aprendizagem. Porto Alegre: Artmed Editora, 2002.

SILVA, Glauco dos Santos Ferreira; VILLANI, Alberto. Grupos de aprendizagem nas aulas de física: as interações entre professor e alunos. Ciência & Educação, Bauru. v. 15, n. 1, 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1516-73132009000100002&script=sci_arttext>. Acesso em: 23 ago. 2015.

SILVA, Glauco dos Santos Ferreira; VILLANI, Alberto. A construção da intersubjetividade nas aulas de física: como e por que um grupo funciona. In: ENCONTRO DE PESQUISADORES EM ENSINO DE FÍSICA, 10, 2006, Londrina. Anais... Londrina, SBF, 2006. Disponível em: <http://www.cienciamao.if.usp.br/dados/epef/_oprocessogrupalnasaulasd.trabalho.pdf>. Acesso em: 23 ago. 2015.

VIGOTSKI, Lev Semenovich. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. In: COLE, Michel et al. (Org.). 6. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

Downloads

Publicado

14-11-2018

Como Citar

MORALES, A. C.; CATELLI, F. A formação de grupos operativos e sua influência no processo de aprendizagem no laboratório de eletricidade. Educitec - Revista de Estudos e Pesquisas sobre Ensino Tecnológico, Manaus, Brasil, v. 4, n. 08, 2018. DOI: 10.31417/educitec.v4i08.497. Disponível em: https://sistemascmc.ifam.edu.br/educitec/index.php/educitec/article/view/497. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Edição Especial 2018: Gestão e Práticas Educativas na Educação Profissional
Received 2018-08-24
Accepted 2018-10-25
Published 2018-11-14