Edutenimento

o uso do Facebook como ferramenta de educação e entretenimento para engajar os alunos no ensino de Anatomia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31417/educitec.v9.2149

Palavras-chave:

Ambiente virtual de aprendizagem, Educação Física, Ensino

Resumo

O Facebook é o líder mundial no ranking das redes sociais, e, de acordo com o site Statista, em 2022, ultrapassou 2,96 bilhões de usuários ativos. Além disso, é uma ferramenta interativa, colaborativa, com possibilidades de compartilhamentos de links, vídeos, documentos, entre outros. Atentos às possibilidades das redes sociais, docentes de diferentes disciplinas vêm desenvolvendo suas práticas utilizando o Facebook como uma ferramenta de edutenimento. Este estudo tem por objetivo apresentar os resultados do processo de incorporação do Facebook como um dos ambientes virtuais da disciplina de Anatomia, buscando entender as possíveis contribuições de uma rede social vinculada ao ensino e aprendizagem de Anatomia. A metodologia escolhida foi a pesquisa-ação prática, que permite ao pesquisador escolher as práticas pedagógicas baseadas nas suas experiências e nas necessidades dos seus alunos. Foi utilizada uma abordagem qualitativa, com alguns dados quantitativos, sobre o uso de uma rede social como ambiente virtual de aprendizagem para licenciandos em Educação Física, em uma universidade federal localizada no Município do Rio de Janeiro. A geração de dados foi feita por meio da observação on-line participante, das interações realizadas no ambiente da rede social e por um questionário para avaliar a percepção dos alunos sobre o aprendizado. Os discentes avaliaram positivamente o uso do Facebook no processo de ensino e aprendizagem. Por ser uma rede social utilizada como ambiente educacional, esta promoveu uma maior interação entre os indivíduos e acabou criando espontaneamente uma comunidade de aprendizagem composta por alunos, ex-alunos e professores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Emília Cristina Benevides de Freitas, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em Ciências pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino de Biociências e Saúde do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/FIOCRUZ). Professora do Departamento de Anatomia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ICB/UFRJ).

Kátia Cristina do Amaral Tavares, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem. Professora do Programa Interdisciplinar de Pós-Graduação em Linguística Aplicada da UFRJ (PIPGLA/UFRJ).

Cíntia Regina Lacerda Rabello, Universidade Federal Fluminense

Doutora em Linguística Aplicada pelo Programa Interdisciplinar de Pós-graduação em Linguística Aplicada da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professora Adjunta de Língua Inglesa no Departamento de Letras Estrangeiras Modernas (GLE) no Instituto de Letras da Universidade Federal Fluminense (UFF).

Carolina Nascimento Spiegel, Universidade Federal Fluminense

Doutora em Ciências pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino de Biociências e Saúde do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/FIOCRUZ). Professora do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Biociências e Saúde do Instituto Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). Professora do Departamento de Biologia Celular e Molecular/Instituto de Biologia/Universidade Federal Fluminense.

Referências

ALEXANDER, B. et al. Horizon Report: Higher Education Edition. Louisville: EDUCAUSE, 2019. Disponível em: https://www.educause.edu/horizonreport. Acesso em: 10 jul. 2022.

ALMEIDA, W. C. de; OLIVEIRA, R. dos S. de; SANTOS, E. O. dos. A discursividades dos memes – memetizando-se nas redes educativas. Periferia, v. 11, n. 2, p. 57–89, 2019. DOI: https://doi.org/10.12957/periferia.2019.39246 DOI: https://doi.org/10.12957/periferia.2019.39246

ALVES, T. R. S. et al. Catálogo de memes: um material de apoio e incentivo ao uso didático de memes no ensino de química. South American Journal of Basic Education, Technical and Technological, v. 8, n. 2, p. 800-817, 2021.

AKSAKAL, N. Theoretical view to the approach of the edutainment. Procedia-Social and Behavioral Sciences, v. 186, p. 1232-1239, 2015. DOI: https://doi.org/10.1016/j.sbspro.2015.04.081 DOI: https://doi.org/10.1016/j.sbspro.2015.04.081

BRASIL. Decreto-Lei n. 2.848, de 7 de dezembro de 1940. Código Penal. Diário Oficial da União, Rio de Janeiro, RJ, 31 dez. 1940.

CHARADA. In: Dicionário Oxford Languages, 2021. Disponível em: https://www.google.com/search?q=dicionario+charada. Acesso em: 14 ago. 2022

COSTA, R. D. A. et al. Contribuições da utilização do Facebook como ambiente virtual de aprendizagem de Anatomia Humana no Ensino Superior. Redin - Revista Educacional Interdisciplinar, v. 5, n. 1, p. 1–9, 2016.

DESHMUKH, A. Facebook as a Personalized Learning Environment. Think India Journal, v. 22, n. 28, p. 51-55, 2019.

GIANNIKAS, C. Facebook in tertiary education: The impact of social media in e-learning. Journal of University Teaching and Learning Practice, v.17, n. 1, p. 1-13, 2020. DOI: https://doi.org/10.53761/1.17.1.3 DOI: https://doi.org/10.53761/1.17.1.3

ISACSSON, A.; GRETZEL, U. Facebook as an edutainment medium to engage students in sustainability and tourism. Journal of Hospitality and Tourism Technology, v. 2, n. 1, p. 81-90, 2011. DOI: https://doi.org/10.1108/17579881111112430 DOI: https://doi.org/10.1108/17579881111112430

JAFFAR, A. A. Exploring the use of a Facebook page in anatomy education. Anatomical Sciences Education, v. 7, n. 3, p. 199–208, 2014. DOI: https://doi.org/10.1002/ase.1404 DOI: https://doi.org/10.1002/ase.1404

KAZANIDIS, I. et al. A. Facebook and Moodle Integration into Instructional Media Design Courses: A Comparative Analysis of Students’ Learning Experiences using the Community of Inquiry (CoI) Model. International Journal of Human-Computer Interaction, v. 34, n. 10, p. 932-942, 2018. DOI: https://doi.org/10.1080/10447318.2018.1471574 DOI: https://doi.org/10.1080/10447318.2018.1471574

LAMARÃO, L. Q. O uso de memes nas aulas de História. Periferia, v. 11, n. 1, p. 179-192, 2019. DOI: https://doi.org/10.12957/periferia.2019.36442 DOI: https://doi.org/10.12957/periferia.2019.36442

MANCA, S. Snapping, pinning, liking or texting: Investigating social media in higher education beyond Facebook. The Internet and Higher Education, v. 44, p. 100707, 2020. DOI: https://doi.org/10.1016/j.iheduc.2019.100707 DOI: https://doi.org/10.1016/j.iheduc.2019.100707

META. Facebook. 2021. Disponível em: https://about.Facebook.com/br/company-info. Acesso em: 14 ago. 2022.

MINHOTO, P. M. L. V. A utilização do Facebook como suporte à aprendizagem da biologia: estudo de caso numa turma do 12o ano. 2012. 122 f. Dissertação (Mestrado em Ensino das Ciências) – Instituto Politécnico de Bragança, Bragança, Portugal, 2012.

MOREIRA, J. A.; JANUÁRIO, S. Redes sociais e educação: reflexões acerca do Facebook enquanto espaço de aprendizagem. In: PORTO, C.; SANTOS, E. (Orgs). Facebook e educação: publicar, curtir, compartilhar [online]. Campina Grande: EDUEPB, 2014, p. 67-84. DOI: https://doi.org/10.7476/9788578792831.0005 DOI: https://doi.org/10.7476/9788578792831.0005

OLIVEIRA, K. E. de J.; PORTO, C. de M. Ensinar e aprender com memes. Notandum, n. 52, p. 97-113, 2020. DOI: https://doi.org/10.4025/notandum.vi52.51450 DOI: https://doi.org/10.4025/notandum.vi52.51450

OLIVEIRA, L. H. D.. Exemplo de cálculo de Ranking Médio para Likert. Notas de Aula. Metodologia Científica e Técnicas de Pesquisa em Administração. Mestrado em Adm. e Desenvolvimento Organizacional. PPGA CNEC/FACECA: Varginha, 2005.

OLIVEIRA, L. S. C. D. et al. Apresentação metodológica com uso de tecnologia digital no ensino de ciências. Revista Sustinere, v. 5, n. 1, p. 68-89, 2017. DOI: https://doi.org/10.12957/sustinere.2017.26978 DOI: https://doi.org/10.12957/sustinere.2017.26978

PAIXÃO, B. D. S.; HOHL, R.; MOURÃO JÚNIOR, C. A. O uso de paródias no ensino de Biologia: relato de experiência. Revista Augustus, v. 25, n. 52, p. 123-142, 2020. DOI: https://doi.org/10.15202/19811896.2020v25n52p123 DOI: https://doi.org/10.15202/19811896.2020v25n52p123

QUEIROZ, C. R.; VARGAS, A. B.; PEREIRA, C. A. S. Abordagens metodológicas utilizadas no processo de ensino-aprendizagem de Anatomia Humana nos últimos 50 anos e aplicações aos graduandos em Fisioterapia. Revista de Estudos e Pesquisas sobre Ensino Tecnológico (Educitec), v. 7, p. e171421, 2021. DOI: https://doi.org/10.31417/educitec.v7.1714 DOI: https://doi.org/10.31417/educitec.v7.1714

AUTOR (ANO). TÍTULO.

RODRIGUES, F. L. D. Avaliação qualitativa da engenharia de sistemas imersivos para edutenimento. 2018. 106 f. Tese (Doutorado em Engenharia Elétrica)) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018.

SILVA, A. M. da. Facebook como ferramenta de interação no ensino de informática. Revista de Estudos e Pesquisas sobre Ensino Tecnológico (Educitec), v. 4, n. 08, p. 23-39, 2018. DOI: https://doi.org/10.31417/educitec.v4i08.350 DOI: https://doi.org/10.31417/educitec.v4i08.350

SILVA, J. H. D. et al. O ensino-aprendizagem da anatomia humana: avaliação do desempenho dos alunos após a utilização de mapas conceituais como uma estratégia pedagógica. Ciência & Educação (Bauru), v. 24, p. 95-110, 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/1516-731320180010007 DOI: https://doi.org/10.1590/1516-731320180010007

SOBRINHO, E. M. A.; RIVERA, J. A. . A utilização das TIC’s de forma criativa e inovadora no contexto da Educação Profissional e Tecnológica. Revista de Estudos e Pesquisas sobre Ensino Tecnológico (Educitec), v. 7, p. e110321, 2021. DOI: https://doi.org/10.31417/educitec.v7.1103 DOI: https://doi.org/10.31417/educitec.v7.1103

STATISTA. Number of monthly active Facebook users worldwide as of 2nd quarter 2022 (in millions). Statista. 2022. https://www.statista.com/statistics/264810/number-of-monthly-active-Facebook-users-worldwide. Acesso em: 18 nov. 2022.

TRIPP, D. Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. Educação e Pesquisa, v. 31, n. 3, p. 443–466, 2005. DOI: https://doi.org/10.1590/S1517-97022005000300009 DOI: https://doi.org/10.1590/S1517-97022005000300009

Downloads

Publicado

08-05-2023

Como Citar

FREITAS, M. E. C. B. de .; TAVARES, K. C. do A.; RABELLO, C. R. L.; SPIEGEL, D. C. N. . Edutenimento: o uso do Facebook como ferramenta de educação e entretenimento para engajar os alunos no ensino de Anatomia. Educitec - Revista de Estudos e Pesquisas sobre Ensino Tecnológico, Manaus, Brasil, v. 9, n. jan./dez., p. e214923, 2023. DOI: 10.31417/educitec.v9.2149. Disponível em: https://sistemascmc.ifam.edu.br/educitec/index.php/educitec/article/view/2149. Acesso em: 13 abr. 2024.